That's what was missing the most!


Ainda sobre as notícias da nossa saga pela austeridade. Parece que afinal de contas ter uma nota positiva na avaliação da Troika significa tempos ainda mais difíceis. Os cortes têm de aumentar e o governo já começou a puxar cordelinhos para cortar em tudo o que pode. Era só mais o que faltava não é verdade? 
Gostava de saber se eles nos tivessem dado uma nota negativa. O que ia acontecer? O Apocalipse? Tínhamos de abandonar Portugal? Éramos todos escravizados? 

Hoje tropecei também numa pergunta brilhante do nosso grande Almeida Garrett. É um excerto tirado do livro Viagens na minha terra que diz o seguinte:


É uma pergunta que há 167 anos fazia sentido e hoje também. Como disse na página Facebook do Portuguese Sayings, devíamos perguntar isto aos governos, às grandes empresas e às instituições financeiras. Acho que cada vez são precisos mais pobres para produzir um rico. Vejam o nosso caso e o da Grécia. Só gostava de saber o que vai acontecer quando os governos e os bancos ficarem sem stock de pessoas para mandar para a pobreza. Espero sinceramente que no futuro, as pessoas pensem que uma sociedade equilibrada é melhor para todos.


Malta, vocês para mim, são os maiores! "You for me, are the bestest!" Tenho recebido montes de propostas de sayings novos e o número de fãs está quase a chegar aos 124.000! Alguma vez pensei que todos os fãs do Portuguese Sayings não iam caber em dois Estádios da Luz? Nunca na vida, mas aconteceu e por isso queria agradecer a todos. 

Se não vos tenho respondido é porque tenho tido uns dias um pouco mais ocupados do que costume e porque comecei a ver a série Breaking Bad (Partir mal? Bater mal? :p ). Sim, eu sei que já venho tarde, mas mais vale tarde do que nunca. "It's better late than never." 


Nenhum comentário :

Postar um comentário