What a lack of tea!


Pá, eu não sou muito de teorias da conspiração, mas eu começo a achar que Portugal é um laboratório gigante para conduzir uma experiência a uma escala nacional. Eu acredito piamente que a experiência é a seguinte: Vamos ver o que acontece quando metemos um monte de idiotas a governar um país. 

Depois das relações entre Portugal e Angola andarem pelas ruas da amargura - "Streets of bitterness" eis que o nosso Vice Primeiro Ministro Dr. Paulo Portas chega atrasado 2 horas a uma importante reunião em Macau e nem pede desculpa pelo sucedido e ainda foi fazer um discurso que estava direcionado para quem já não estava presente na sala. Basicamente, mais valia não ter lá posto os pés - He shouldn't put his feet there.

Foi o Jornal de Macau que avançou com a manchete e escreveu no título "Falta de Chá". Ora esta expressão Portuguesa diz-se a uma pessoa que é pouco polida e sofisticada. 

Para sabermos a origem desta expressão temos de voltar a 1662 e conhecer a nossa Infanta Dona Catarina de Bragança que introduziu o costume do "chá das cinco" em Inglaterra quando casou com o Carlos II. 
Na altura o chá era visto como uma bebida muito exótica e beber chá era uma coisa muito chique. As pessoas pertencentes às grandes elites deliciavam-se com esta bebida e foi daí que dizer "Falta de Chá" nasceu, pois quem não bebia chá na altura não era pertencente à grande elite e logo era visto como uma pessoa pouco sofisticada.

E quanto ao Paulinho das feiras... Cuidado! Até o Darth Vader achou a sua falta de chá perturbante!



Nenhum comentário :

Postar um comentário